Tel: (21) 2239-7041 • Atendimento: Segunda à Sexta das 8:00 às 18:00 hrs
Sombra Menu

Diabetes

voltar

Diabetes

A importância de controlar os níveis da glicose

É preocupante observar como alguns pacientes, apesar de tomarem remedio para diabetes, não conhecem a importancia de controlar os níveis da glicose. Muitos dizem: “eu tenho um pouquinho de açucar no sangue”, como se não fossem diabeticos. Em situações como essa, converso mais com o paciente e quase sempre vejo que falta conhecimento.

Diferentemente de muitas doenças, em que o paciente se sente mal, tem dores ou outros sintomas, a diabetes é uma doença silenciosa, que normalmente só se descobre ao fazer um exame de sangue. Ao não sentir sintomas significativos, é natural que o paciente não valorize a doença e o resultado de exame apontando açucar no sangue pareça algo inteiramente alheio ou inofensivo.

Outra causa para a dificuldade de aceitação é que muitas pessoas que conhecem ou conviveram com parentes ou amigos que tiveram complicações sérias da diabetes, como cegueira ou amputação, não associam a doença severa que presenciaram com um número no papel de um exame laboratorial. É como se o fato de não sentirem nada significasse que não tem a mesma doença que aqueles que tiveram complicações. O que desconhecem esses pacientes, porém, é que  aqueles parentes ou amigos que tiveram complicações, inicialmente também não sentiam nada. A diabetes é uma doença evolutiva, que aos poucos pode se agravar e trazer complicações.

Existem 2 tipos mais comuns de diabetes: o Tipo 1, que geralmente se inicia na infância ou na adolescência e é causado por destruição das células produtoras de insulina, as células beta do pancreas; e o Tipo 2, que acomete geralmente adultos e está muito relacionada ao estilo de vida, em especial sedentarismo e maus hábitos alimentares. É bom ressaltar que quando me refiro a hábitos alimentares, não estou falando de comer muito açúcar ou doces, e sim de alto consumo de alimentos industrializados, ricos em sal e gordura e pobre em fibras.

Além de conhecer as características da doença, é importante que os pacientes saibam que existem boas novas para o tratamento do diabetes.  Devido à epidemia de diabetes mellitus tipo 2, muitas pesquisas estão sendo realizadas e  descobertas sendo feitas, principalmente no campo do tratamento. Novos medicamentos, com excelente perfil de eficácia e segurança, aumentam a possibilidade de tratar o problema de forma personalizada, respeitando as singularidades de cada paciente. Existem grandes probabilidades de excelente controle da glicose no sangue e desta forma evitar as temíveis complicações da diabetes.

Cada paciente diabético é único e, por isso, a forma de tratar precisa ser personalizada. Não conviva com este inimigo silencioso em tempos de tanto avanço científico. Enfrente-o com um tratamento seguro e eficaz; procure um endocrinologista.

Ir ao topo